Não guarde o amor!

Será mesmo que as pessoas banalizam o amor, como muitos dizem hoje em dia?

Dizer que ama alguém é errado?

E o medo de ser taxado como “trouxa” pela sociedade, porque é tão grande?

É tão estranho como na sociedade atual o amor é supervalorizado. Sim! Mas da forma errada.

Ele tem e deve ser, mas da forma certa.

Tem que ser valorizado como base, ponto de equilíbrio, e não como forma de valorizar a si mesmo e aumentar o orgulho próprio. O amor tem que ser mostrado, espalhado, sentido, compartilhado.Amar é fazer o bem a outrem mesmo que este bem pra você possa ser ruim. Amar é cuidar.
Cuide. Ame. Permita-se sentir. Seja você mesmo. Não há porque guardar o bem apenas pra você, esse deve ser considerado o pior e mais egoísta ato do mundo.

Então, compartilhe o amor, por favor! ❤️

O post de hoje foi textinho, bem inho mesmo, mas que é o meu xodó, pela mensagem que ele passa, mesmo com poucas palavras. Eu espero que vocês tenham gostado e entendam o que eu quis passar com ele. Peço desculpa a você por ter deixado o blog tanto tempo sem post, mas prometo que coisas boas estão vindo por aí!! Beijos e até o próximo post! 🙂

THERE ARE GOOD THINGS INSIDE YOU.

Continue Reading

O seu tempo

Rótulos, estereótipos, padrões impostos pela sociedade. É o que mais se vê hoje em dia.

Pessoas te julgando por qualquer mínimo passo que você der na SUA vida, seja pessoal ou profissional. Eu não aguento mais isso, cansei. Cansei de não poder seguir o meu próprio tempo.

Pessoas falando que demorei demais para fazer algo, o que talvez fiz muito rápido, ou então, que deveria ter feito de uma forma diferente.

Eu quero ser livre.

A verdade é: cada um tem seu tempo, a sua forma, os seus sonhos próprios, a sua felicidade, o seu jeito de ser. Ninguém é igual. Então, não julgue antes de saber a verdade do outro, o seu interior.

E ah, faça o que te faz feliz, contanto que não machuque o outro. Não se preocupe com opiniões alheias maldosa a respeito do que te faz feliz, afinal, eles não te conhecem de verdade e se te faz feliz, vale a pena.

Sejam felizes! 🙂

WHAT IS DONE IN LOVE, IS DONE WELL.

                                 – Vincent Van Gogh.

ps: obrigada por todas as curtidas, comentários e seguidores tanto aqui quanto na página do facebook! ❤

Continue Reading

Medo de… viver

Parece que alguém gostou de postar textinhos autorais aqui, não? Hoje, volto com mais um texto, que na verdade, é um dos meus preferidos. Eu espero que vocês gostem e que após ler esse texto, ele inspire vocês. Então, vamos lá:

É tão estranho ver o quanto as pessoas estão acostumadas a terem sempre o medo de tudo. A insegurança de não dar certo. O medo de se machucar.

Do que adianta ter na parede de sua casa um quadro dizendo “life is too short to live with regrets” se você o olha sempre que acorda, mas não tira nada dele e continua vivendo no tédio, sem se aventurar, conhecer coisas novas, sem se arrepender.

Sempre depois de um arrependimento, vem um aprendizado. Nada acontece por acaso.

Viva sem preocupações, viva com alegria, amor, tranquilidade e sempre com muita fé de que o que for pra acontecer, acontecerá na hora certa, desde que você faça a sua parte.

Corra atrás dos seus sonhos, mesmo que todos falem “Ah, até parece que um dia você vai conseguir isso” ou “Você sonha demais”, ignore esse tipo de comentário e saiba que você é capaz!!

Se vocês gostaram, deixa um comentário aqui falando o que achou ou sugestões de temas para textos ou posts aqui no blog. Um muito obrigada a todos que estão lendo esse post 🙂

Continue Reading

30 de Janeiro – Dia da Saudade

Talvez eu esteja um pouquinho atrasada, mas eu escrevi esse textinho ontem à noite e fiquei em dúvida se postava aqui ou não, mas no final, aqui estou eu postando um dia depois, mas quem liga, não? haha espero de todo o coração que vocês gostem! 🙂

saudade
au,a-u/
substantivo feminino

sentimento melancólico devido ao afastamento de uma pessoa, uma coisa ou um lugar, ou à ausência de experiências prazerosas já vividas.

Não há quem consiga explicar se esse sentimento é bom ou ruim.
É a falta dos momentos que fizeram bem, mas também é a lembrança e a gratidão por eles terem existido.
É o que nos faz ouvir uma música, lembrar de alguém e correr para mandar uma mensagem à pessoa falando que sente sua falta.
É o que nos faz chorar e sentir um aperto no coração ao ter aquela pessoa e aquele sentimento no pensamento.
É o que nos faz, de vez em quando, revirar um álbum de fotos ou as fotos no celular em busca de lembranças e momentos bem vividos.
É o que faz darmos valor às pessoas e coisas que não estão mais ao nosso lado todos os dias.
É o que está me fazendo escrever esse pequeno texto agora.

Se você gostou, compartilha esse post e marca aquela pessoa que você ama e sente saudade!

Continue Reading